This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

TOP 10 - As Melhores Adaptações de Tokusatsus para Animes e Animes para Tokusatsus!


Fala pessoal, tudo bem com vocês? 
Hoje trago aqui no Blog, uma matéria onde irei falar das melhores adaptações que aconteceram no mundo dos Tokusatsus. Como todos nós sabemos, os Tokusatsus e os Animes, de certa forma sempre andaram juntos. Isso por que são duas peças importantes da cultura pop japonesa, juntamente com os Games e as histórias em quadrinhos (Mangá). Com isso, vários animes já ganharam versões com atores reais, e vários Tokusatsus também já ganharam adaptações em animação, algumas de muito sucesso. Hoje, como vivemos na era dos Remakes e Reboots, vemos com muita frequência adaptações deste estilo, como por exemplo, a consagrada trilogia de Rurounin Kenshin (Samurai X), anime de muita tradição no Japão e que fez um enorme sucesso na década de 90, mostrou que as animações japonesesas, podem sim, render excelentes filmes, e até invadir as telonas do cinema!

Mas como nem tudo são flores, muitas vezes temos alguns "fiascos", ainda mais quando os americanos, resolvem fazer uma versão baseada em um anime, como aconteceu com Dragon Ball e a clássica animação Speed Racer. No caso de Dragon Ball, foi um filme que recebeu muitas críticas negativas, e não foi para menos, pois de fato, o filme não ficou nada fiel á série, além de ser pobre em questão de visual e roteiro. Já Speed Racer, é um filme que divide opiniões, se tornando um divisor de águas. 
Em contrapartida, as adaptações tem se tornado cada vez mais comum no oriente, tanto que já esta para estrear o filme baseado no anime de grande sucesso Shingeki no Kyojin (Ataque aos titâs), além do dorama, que irá adaptar o anime Death Note. Lembrando que Death Note já rendeu 3 filmes, fora o anime de 37 episódios.
Mas vamos falar agora, das 10 melhores adaptações de Tokusatsus para anime, e também de animes para Tokusatsus, que o Blog Toku Force indica para vocês! 
algumas séries são muito famosas e outras nem tanto...

10° Kagaku Ninja-tai Gatchaman / Gatchaman Movie

O Anime de Gatchaman estreou em 1972 na famosa TV Fuji, com produção da Tatsunoko Productions e direção de Tatsuo Yoshida. A série foi umas das primeiras equipes de Super-heróis japoneses, sendo uma das influências para que Shotaro Ishinomori criasse a primeira série de Super Sentai em 1975, Goranger. A série original contou com 105 episódios, e fez um enorme sucesso na terra do sol nascente, onde foi considerada um dos 10 melhores animes de todos os tempos.Infelizmente quando a série foi parar nas mãos dos americanos sofreu diversos cortes e modificações, tendo até mesmo seu nome alterado para G-Force. Aqui no Brasil,  só tivemos acesso á versão EUA, com o nome de Batalha dos planetas, sendo exibida no Cartoon Network e mais tarde na Rede Bandeirantes.
O reboot com atores reais do anime clássico, aconteceu depois de várias negociações e vários anúncios que nunca se cumpriam. Finalmente em 2013 a Toho (mesma produtora da famosa franquia Godzilla e dos demais Kaijuus) e a Nikkatsu se juntaram para fazer um Tokusatsu, que iria recontar a histórias da equipe dos ninjas Gatchaman. O filme trouxe uma nova visão, tanto na história, quanto nos visuais dos heróis (bem estilosos por sinal). Para quem não conhece o anime, pode ficar um pouco perdido, pois o filme não explica detalhes da história... De fato, o roteiro foi um pouco corrido, mas é um filme completo de começo, meio e fim, e vale muito a pena ser visto pelos efeitos especiais, e a qualidade de atuação dos atores, o qual podemos destacar Tori Matsuzaka, que interpretou Takeru Shiba, o Shinken Red do Sentai Shinkenger, interpretando o ninja principal Ken Washo, além de outros rostos conhecidos no meio Tokusatsu. Para quem gosta de filmes de ficção ciêntifica com batalhas de mechas, naves espacias e também para quem é fã de Super Sentai, recomendo assistirem esse excelente reboot. 

Confiram abaixo o trailer do filme:


9° Shinzou Ningen Casshan / Casshern Movie 

Aqui temos outro anime clássico da produtora Tatsunoko Productions. Criado por Tatsuo Yoshida, o anime estreou em 1973, e nos anos 90, ganhou uma série de Ovas, que inclusive foram lançados em VHS aqui Brasil. A história de Casshan, tem fortes influências com histórias de Tokusatsu, principalmente as séries de Shotaro Ishinomori. O anime conta a históira de Tetsuya, filho de um famoso ciêntista que estuda a possivel fusão de células orgânicas com peças robóticas, chamado Dr.Azuma. Tetsuya tem um terrivel destino, e um dia, vê toda sua familia sendo morta pelo império das máquinas liderados pelo Chefe Buraiking, na intenção de roubar a pesquisa de seu pai. Tetsuya então, acaba se tornando parte da pesquisa, e ele mesmo reconstrói seu corpo, e assim se torna Casshan, provido de muita força e agilidade, podendo assim enfrentar o império das máquinas e vingar a sua familia.
A adaptação de Casshan para um filme, estreou em 2004 nos cinemas japoneses, sendo mais um reboot, assim como teve Gatchaman. O filme foi produzido pela Shochiku studios, que patrocina diversos filmes da Toho e Tsuburaya, e contou com direção de Kazuaki Kiriya. O nome do personagem foi alterado para Casshern, e nos mostra um filme com lindos efeitos de fotográfia, e ao mesmo tempo um cenário catastrófico, que nos remete á um mundo apocalíptico onde as máquinas lideram o mundo. O filme peca muito nas poucas cenas de lutas, apelando mais para o drama, e esclarecendo muita pouca coisa sobre a origem do herói, o que pode se tornar um pouco cansativo para quem o assiste pela primeira vez. Contudo, eu recomendo esse reboot, para quem já assistiu o anime, e para quem gosta de ficção ciêntifica, e filmes que abusam dos efeitos especiais, Casshern é um prato cheio!


8° Ultraman / Ultraman Jonias

A primeira série da franquia Ultraman, estrou no longínquo ano de 1966, com o mesmo nome, sendo que depois ficaria conhecida como Ultraman Hayata, devido ao nome do hospedeiro humano que se transformava no herói, graças á capsula Beta. Com ela, ele se transformava no herói gigante Ultraman e enfretava os monstros e alienigenas que ameaçavam o nosso querido Japão. A série foi exibida aqui no Brasil ainda nos anos 60, pela saudosa TV TUPI, quando nossos pais, ainda eram crianças e jovens, e tinha o Ultraman como o herói do momento. De lá para cá, a franquia nos apresentou diversas séries e filmes, que foram se interligando com o passar do tempo, formando assim a famosa irmandade Ultra, se tornando uma das mais longas e famosas franquias do gênero Tokusatsu.
E foi em 1979, que surgiu a primeira adaptação dos Ultra para uma outra mídia, sendo mais especifico, no formato Anime. Assim nasceu o Ultraman Jonias, animação produzida pela Sunrise (mesma produtora do clássico anime Mobile Suite Gundam), juntamente da Tsuburaya Productions, contando com 50 episódios. Jonias, diferente dos Ultras originais, não vem da nebulosa M78, e sim do planeta U40. Mantendo a história tradicional das séries Ultras, Ultraman Jonias vem á terra e se une ao seu hospedeiro humano Hikari Choichiro, para salvar a terra de ataques de monstros e alienigenas, e ocasionalmente sendo auxiliado por sua parceira Amia. Ultraman Jonias, é uma excelente adaptação, bem fiel ás séries clássicas de Ultraman, e altamente recomendado para qualquer fã da franquia!


7° Kyoushoku Soukou Guyver / Guyver Dark Hero

 A série Guyver começou em mangá no ano de 1985, com arte e história de Yoshiki Takaya, e ganharia sua primeira versão em anime, já em 1986, com um OVA intitulado "Out of control". Entre os anos de 1989 até 1992, mais 12 Ovas foram lançados em 2 temporadas, mostrando a história dos primeiros 4 mangás, e em 2005 outra série em anime foi lançada contando com 26 episódios, baseados nos primeiros 10 mangás. já que o mangá, ainda não se finalizou e continua sendo lançado aos poucos no Japão. Guyver conta a história de Shô Fukamachi, que acidentalmente é dominado pela unidade Guyver, uma armadura biológica, que se torna um bio- mecanismo poderoso, tomando o controle do corpo e da mente de quem á possui. Guyver foi construida por uma organização denominada Chronos. Shô, luta para descobrir os seus poderes, destruir Chronos  e proteger os seus amigos que acabam se envolvendo em suas  lutas. 
O anime de Guyver, por si só, possui diversas influencias de Tokusatsu, por exemplo; o próprio autor, já revelou ter se inspirado na série Kamen Rider, para criar a história de Guyver, e a sua arma principal, o Mega Smasher, foi baseado no poderoso laser que o Godzilla usa como principal arma. Os filmes com atores reais, não foram produzidos no Japão como muitos podem imaginar, e sim nos EUA. lançado em 1991 e ganhou sequência em 1994. O primeiro filme não foi muito bem aceito, por parte dos baixos orçamentos, e por não ter sido tão fiel ao material original, porém a sua sequência Guyver: Dark hero, ou apenas Guyver 2, mostrou o contrário, muito mais fiel ao mangá, com um clima sombrio, e otimas cenas de lutas, sendo inclusive muito mais violento. O filme foi dirigido por Steve Wang, e se tornou um cult tanto no EUA, quanto no Japão. Pela excelente história e por tantas boas influencias, Guyver 2 vale muito á pena ser conferido.



6° Choujin Barom 1 / Barom 1 Anime 

A série de Barom 1 estreou em 1972, na Nippon television, após o termino do mangá, escrito por Takao Saito. Na história, Barom 1 precisa da ajuda de um humano para ter uma forma em nosso mundo, neste caso, foram  2 crianças, Takeshi Kido e Kentaro Shiratori. Após serem atacados por um monstro á mando de Goumon, um demonio que planeja dominar o nosso mundo. Uma divindade chamada Kopu, dá o poder e a missão para os 2 garotos, que unindo suas mãos, podem se transformar no herói Barom. A série, foi produzida pela Toei, e veio no embalo de muitas séries de sucesso que estavam sendo exibidas na época, como Kikaider e Kamen Rider. Mesmo contando com apenas 35 episódios, a série alcançou um relativo sucesso.
A versão em Anime de Barom 1, veio em 2002 para comemorar os 30 anos da série no Japão. Contando com apenas 13 episódios, o anime conta com a mesma premissa utilizada na série clássica de Barom 1, porém na animação, o herói ganhou uma versão diferente, adquirindo um visual mais realista e moderno. O Anime, por sua vez, não foi produzido pela Toei, e sim pela Enoki Films. Uma curiosidade é que o anime foi exibido no Brasil em 2006, dentro do bloco Animax. Para quem é fã de Kamen Rider, e animes como Guyver e Zetman, vai curtir muito esse remake, de um verdadeiro clássico do Tokusatsu.



5° Super Robot Red Baron / Red Baron Anime

Super Robot Red Baron, é mais um grande clássico da década de 1970, sendo criado por Yashiro Nobohiro. Sua série televisiva estreou no dia 4 de Junho de 1973 no canal Nippon Television, produzido pela parceria entre as empresas Nippon Gendai e Sekousha. A série veio para disputar com o Ultraman, e alguns outros heróis gigantes (Kyodai Hero), da Tsuburaya Productions. 
A história gira em torno de Ken Kurenai, um jovem que fica encarregado de liderar uma super máquina, que havia sido construida por seu irmão mais velho Kenichiro, um famoso cientista, que tem parte de suas criações roubadas por um robô maligno, liderado pelo Dr. Devilar. Ken, sendo um membro da SSI, uma equipe pacíficadora altamente qualificada, recupera o Robô, e passa a liderar a maquina, que foi herança de seu irmão, o Super Robo Red Baron, com ele, Ken tem como missão deter as ameaças de Devilar, e mais tarde o super computador demoníaco Garis Q.

Em 1994, veio a versão em anime dá série, sendo exibida pela famosa Tv Asahi. Foi produzido pela Tokyo Movie Shinsha e dirigido por Akio Sakai. A série teve 49 episódios, mais ainda que a série clássica, e contou com uma animação muito superior, em comparação a outros animes que eram lançados na época. No entanto, o anime traz elementos não utilizados na história original. A proposta do anime, foi um tipo de jogo chamado "Metal Fight" que nada mais é que uma competição de Robos, fazendo assim as lutas se passarem em um tipo de torneio, lembrando animes como Medabots e Pokémon. Apesar das grandes diferenças, e o forte apelo infantil, vale a pena assistir o anime, pela excelente animação, e lutas dos mechas, além da trilha sonora interpretada pelo renomado Shinichi Ishihara.


4° Magma Taishi / Ambassador Magma (Anime)

Magma Taishi ( Embaixador Magma, ou Vingadores do espaço, como é conhecida no ocidente), é uma série de mangá, criada pelo "Pai do Mangá", Osamu Tezuka em 1965. Um ano depois do sucesso do mangá, a lendária produtora P-Productions, a mesma que produziu anos mais tarde clássicos como Lion man e Spectreman, produziu o Tokusatsu de Magma Taishi, que inclusive entrou para a história, por ter sido a primeira série de Super heróis, á estrear em cores na Tv Japonesa. 
A trama envolve a família Murakami, que de tempos em tempos, tem a missão de despertar o gigante Magma, com a ajuda do mago Matusem. As crianças Mamoru e Atsushi, são os únicos que conseguem tocar o coração do gigante, podendo assim despertá-lo. Mas o motivo disso, é a ameaça do terrível invasor aliénigena, denominado Goa, que com seu grupo de monstros, visa destruir a nossa terra, porém sempre que ele retorna ao nosso planeta, o gigante dourado magma, ressucita para colocar um fim nas ambições de Goa.

A Versão em anime de Magma taishi, aconteceu em 1993, em parceria entre as empresas PLEX e Tezuka productions. Com direção de Hidehito Ueda, a série contou com 13 Ovas, recontando a história original, usando como base o mangá original de Tezuka. A série foi lançada diretamente em video, com o nome modificado para Ambassador Magma. O Remake, assim como á série clássica, conta uma história muito envolvente, apesar do anime ter um carga dramática muito maior. Porém vale muito á pena ser conferido, pela belissíma animação, e trilha sonora espetacular. A música de abertura "Ai ga Aru Hoshi", foi cantada por Nobuo Yamada, ex-membro da banda Make-up, e famoso por cantar nas trilhas de Cavaleiros do Zodiaco e alguns Super Sentais.



3° Garo/ Garo Honoo No Kokuin

O que era para ser só mais uma série, se tornou umas das maiores franquias de Tokusatsu que existem atualmente. Garo, já possui 4 temporadas completas, sendo que a quinta "Gold Storm", está em exibição no Japão, atualmente. A primeira série da franquia, foi produzida pela Tohoukushinsha Film corporations, com criação de Keita Amemyia, que já esteve envolvido com diversas séries da Toei e da Tsuburaya, trabalhando como diretor, designer, entre outras funções. 
A série possui uma temática muito adulta, o que o diferencia dos demais Tokusatsus. Na história Kouga Saejima, é um cavaleiro makai, que tem como missão caçar montros que se alimentam de humanos, o Horrors. Após conhecer Kaoru,que acidentalmente é manchada pelo sangue dos horrors, Kouga passa á protegê-la, violando á lei dos cavaleiros e cumprindo sua missão como caçador de montros.

Garo honoo no kokuin, estreou em outubro de 2014, com direção de Yuishiro Hayashi, com 24 episódios, e não conta como uma continuação ou reboot da série, mas sim como uma história única e totalmente nova, que foi escrita por Yasuko Kobayashi. A história se passa na cidade fictícia Variante Unido, lugar que se assemelha muito á Espanha. Léon Luis, é o protagonista da série, e precisa recuperar o título de Garo, para poder proteger a cidade, que corre risco, depois que os Horrors foram libertados por Mendoza, conselheiro do rei de Variante. Juntando forças com os "Alquimistas Makai", Léon passa a proteger á cidade, assim como vingar a morte de sua mãe, que havia sido morta, por um dos ataques dos horrors, enviados por Medonza. Para quem é fã da franquia Garo, e gosta de animes de mitologia, Honoo no Kokuin, é simplesmente obrigatório. 


2° Robô Gigante / Giant Robo The Animation

Mitsuteru Yokoyama, foi um dos maiores gênios dos mangás, ao lado de Ozamu Tezuka e Shotaro ishinomori, isso por que ele pode ser considerado o principal criador do gênero Robos Gigantes. Suas obras, serviram de influência, para séries famosas como Gundam Wing, Evangelion e claro, os Robôs das séries Super Sentais. Ainda que seu maior clássico tenha sido Tetsujin 28, pouco tempo depois veio o segundo grande sucesso, *Robô Gigante (Giant Robo). A série clássica do Robo Gigante foi produzida em 1967, pela Toei Company, e na época disputava audiência com o Ultraman. Na trama, é construído um poderoso Robô com própositos militares, porém um dia, um garoto chamado Daisaku, acidentalmente aciona o Robô, e passa á comandá-lo. No entanto, o imperador Guilhotina, que visa dominar a terra, tenta recrutar o garoto para seu bando, e ataca a terra, mas sempre é detido pelo garoto e o Robô Gigante.

A série na verdade, contou com 2 versões em anime. A última foi o remake de 2007, que contou com 13 episódios. Mas, o destaque aqui fica para a série de Ovas intitulada "Giant Robo: The Day The Earth Stood Still", que foi lançado entre os anos de 1992 á 1998. Esta animação contou com 7 episódios e cada um, tinha em média 50 minutos, e contou com direção de Yasuhiro Imagawa. O Anime que possui um visual mais retrô, trouxe um excelente remake, com uma animação encantadora, o projeto contou com uma grande equipe, e foram necessários anos para que os episódios fossem terminados, sem contar o grande orçamento investido. O resultado foi uma das melhores adaptações de um tokusatsu para anime, e merece ser conferido sem sombra de dúvidas! Por isso dei á ele o merecido segundo lugar!


*Para quem quiser ficar mais informado sobre a franquia Robo Gigante, o Blog Toku Force, já lançou um review completo, escrito pelo nosso Boss Admilton, Confiram: robo-giganteum-gattai-entre-tokusatsu-e.html

1° Kikaider / Kikaider The Animation

Eis uma das maiores obras do mestre Shotaro Ishinomori, depois de Cyborg 009 e Kamen Rider. O sucesso de Kikaider, vai muito além do nós imaginamos. A série estreou em 1972 na TV Asahi, com produção da Toei, e com um total de 43 episódios,  sendo á adaptação do mangá original escrito e desenhado por Ishinomori. 
A série é até hoje, um dos clássicos mais cultuados pelos Japoneses, e se tornou uma franquia muito bem sucedida comercialmente, tendo influênciado muitos heróis ao longo de seus 40 anos de existência. Para a criação de Kikaider, Ishinomori utilizou como base, as histórias de Tetsuwan Atom (Astro Boy) de Ozamu Tezuka, e do clássico conto Itáliano,Pinóquio. A série teve também uma sequência em 1973, Kikaider 01, sendo uma continuação direta da série, porém, com uma história diferente. Em 1987, a Toei homenageou Kikaider com o Metal Hero Choujinki Metalder, que assim como em sua história, tem seu visual fortemente inspirado na obra de Ishinomori.

A Versão em Anime do clássico, veio em 2000, sendo produziso pelo Studio OX. Com 13 episódios, o Anime contou com uma belissima animação, mantendo o traço retrô do mangá. Além da série de 13 episódios, foram lançados na sequência, 4 ovas baseados na história de Kikaider 01, e um crossover, Kikaider vs Inazuaman. 
Na história, Den Komyoji, o maior ciêntista especializado em Robótica do Japão, após um acidente de laboratório, ter matado seu próprio filho, fica desconsolado e conhece o Dr. Gill, que se aproveitando disso, se mostra muito interessado em sua pesquisa. Logo, Komyoji descobre estar sendo controlado pela organização DARK, que visa utilizar a sua pesquisa para o mal. Ele então, ao invés de fazer a vontade de DARK, secretamente, constrói um andróide que possui aparência e sentimentos de um humano. Seu nome é Jiro, movido por um circuito de consciência, ele assume a forma de humano e de Andróide, e passa á combater os Robôs contruidos pelo Dr Gill, e tentar por vez, colocar um fim na pesquisa maligna de DARK. 
O Anime ao contrário da série de Tv, é muito fiel a obra literária de Ishinomori, e expressa com muito mais força o drama contido na mesma, contando com um desfecho surpreendente, muito mais emocionante e impactante! 


E este foi o Top 10, com as melhores adaptações de Tokusatsus para Animes, e Animes para Tokusatsus, espero que todos tenham curtido, e possam seguir essa indicação, e apreciar essas excelentes adaptações! Para isso, basta consultar nossos parceiros, que tem disponibizado muitas delas para Downlods, com legendas em Português!
Não esqueçam também de comentar, e dizer o que achou da matéria, se caso já tenha assistido alguma série ou filme citada aqui, nos conte como foi sua experiencia com ela, a opinião de vocês, é sempre muito bem vinda para nós! 
Obrigado, e até a próxima!


BLOG TOKU FORCE - Valorizando o novo e os clássicos da década mais divertida de todos os tempos.

Tokusatsu Online : Inspirados nos Power Rangers, amigos gravam série.


Aos amantes das produções cinematográficas, geralmente, as ideias são muitas; os incentivos e recursos, poucos ou quase nenhum.
Vivendo essa realidade, um grupo de amigos paraenses - amantes da 7ª Arte, resolveu procurar ajuda ($$$$) para bancar a produção da série "Defensores do Norte". Chegaram a oferecer a série para alguns canais pequenos. Sem sucesso na busca por recursos, eles resolveram somar forças para lançar alguns episódios.
Com os R$ 200 (duzentos reais) angariados,  a boa ideia na cabeça e muita força de vontade, o grupo gravou o 1º episódio.
Isso foi há três anos, mas os seis amigos ainda têm esperança de dar continuidade à série.
Ficou curioso? Assista ao vídeo acima e tire suas conclusões:

INSPIRAÇÃO NOS POWER RANGERS
O texto do vídeo de quase sete minutos é assinado pelo professor Woylle Masaki, que também dirigiu a gravação. "Todos os participantes são voluntários. Gravamos em Belém e Ananindeua". O custo basicamente foi com a roupa e transporte. "Dirigi junto com meu irmão Woltaire Masaki, que está se formando pela primeira turma de cinema da UFPA."
"Nosso objetivo era fazer uma produção que tivesse relação com os Power Rangers, mas os power rangers da nossa série são jogadores de futebol, e fazem relação - através das cores, às principais equipes do futebol paraense", explica o autor. O primeiro episódio começa a história da batalha do Guerreiro Lobo contra o guerreiro Leão.
O personagem principal do Defensores do Norte é Nicola Dias, que trabalha com edição de vídeo. Rodolfo Pereira também fez parte da equipe faz cinema também. Os outros participantes foram Walter, Thayna e Wander Gomes.
Masaki destaca que não existe incentivo para os que fazem produção cinematográfica. "Não tem nenhum órgão que ajude a produção audiovisual
Não existem locais que ajudem na produção cinematográfica, apenas de documentários. Quem gosta e quer fazer, tem que se virar. A maior parte dos que trabalham em cinema tem que tentar produzir de forma independente".
Atualmente, o grupo tem recorrido ao Financiamento Coletivo - plataforma online onde você coloca o projeto no site e as pessoas compram a ideia.
Essa é uma história bem criativa do Woylle Masaki e seus amigos, que com pouco dinheiro no bolso e bastante união lançaram o primeiro vídeo, na cara e coragem.


Fonte : Dol-Diário do Pará 

Papo De Tokufã - João Gabri-El, o '' boss '' do Interruptor Nerd.


'' Tokusatsu é a realidade e a imaginação unidas com muitas explosões e roupas extravagantes ''

Depois do meu amigo Admilton ter entrevistado o nosso super amigo Gao Alberto Hunter, desta vez venho fazer um papo de toku-fã com um grande amigo meu, considero este cara como um irmão, estou falando do João Gabriel um grande parceiro do Toku Force que comanda o Blog Interruptor Nerd ( que por sinal, é um dos meus blog's favoritos). Não foi por a caso de eu ter escolhido o João para esta entrevista, sua opinião é bem definida, consistente e de forma bem humorística ( no que me faz rir demais ! ) eu até pensei que o João não ia topar em fazer uma entrevista para o Toku Force, eu mesmo fui conversa com ele e ele foi super carismático em aceitar o convite, mas felizmente o nosso amigo correspondeu a nós e agilizou e ajudou em muito nesta entrevista. O trabalho que mais admiro do João é o seu trabalho fazendo Podcast, ( eu ainda estou devendo um Podcast para o João, não esqueci ainda viu rs ! ) a forma que ele interage com os outros participantes é muito presente em seus Podcast, e ele sabe explorar muito bem o tema escolhido, na qual vão discutir, e sabendo também não deixar o papo morrer. Enfim, mas chega de conversa furada e vamos conhecer melhor o João e a sua opinião, bora lá !

1-) Toku Force : Primeiramente é um prazer conversar com você João, e obrigado por nos dar um pouco do seu tempo, como toda entrevista nos diga, como conheceu o Tokusatsu ?
R : Como quase todo mundo com mais de vinte anos, foi pelas infinitas reprises que a Dona Manchete e companhia faziam, acho que a unica série inédita que assisti na época de pirralho catarrento foi "Super Human Samurai"(Adaptação de Gridman). Acho que fui da ultima leva da "Geração Manchete" 

2-) Toku Force : Já sabemos que você é o '' Boss '' ( Chefe ) do Blog Interruptor Nerd, nos diga qual foi a sua ideia de querer ter um Blog ? você queria ter um blog só para expressar as suas ideias ? ou queria ter um blog, só por achar legal mesmo ?
R : Foi basicamente isso, para que eu pudesse falar as merd....perai? Pode palavrão né? Então, continuando...pra falar as merdas que eu penso sobre o que assisto, leio, escuto, etc.

3-) Toku Force : Continuando a falar do seu blog, bem antes de ter a ideia de criar um, você já teve alguma vontade de expressar as suas ideias em alguma outra mídia diferente, tendo ou não relação o Tokusatsu ? 

R : A gente sempre tem né cara, e geralmente começamos em rodas de amigos. Todo nerd gosta de debater sobre o que gosta, o que, na parte relacionada a toku é um pouco difícil, pois, não somos um grupo lá muito grande (dos fãs mesmo) e temos várias divisõezinhas imbecis que tornam a convivência na '' tokusfera '' (em qualquer mídia) um cadiquinho complicada (desculpa o minereis ai), mas voltando ao ponto original da pergunta (eu tenho o dom de fugir dos assuntos involuntariamente), acho que todo fã quer expressar sua opinião sobre aquilo que gosta ou não de alguma forma, e hoje em dia, com grupos do face, fóruns e qualquer outra forma.

4-) Toku Force : Há um mês atrás, vimos a revelação de uma nova série da franquia Ultraman, o Ultraman X, em sua opinião, porque o toku-fã brasileiro não dá a merecida atenção a esta franquia ? e por um lado engraçado vimos a exibição ( até recente ) de Ultraman Leo no Crunchyroll, até meio sem empolgação, porque disto ?
R : Porque o Tokufã brasileiro (o publico brasileiro em geral na verdade) é babaca pra caralho. E grande parte da "falta de atenção" com as séries Ultras é que muitos acham que elas são coisas de velho ou para criancinhas pequenas, tipo um teletubbies com super heróis, o que não é, nem de longe a verdade. É uma franquia riquíssima, com todo um charme próprio (e clichês próprios também) e que mantem coisas que, pra várias pessoas, não deveriam manter. O publico em geral não quer conhecer coisas novas, só quer o que já conhece, quer o mastigado e se prende a preconceitos (geralmente por causa de influencia de alguém ou de um grupo) e perdem séries que são sensacionais de várias franquias.

5-) Toku Force : Bom falando um pouco de '' Kamen Rider Decade '' eu vi uma matéria sensacional sobre a série no blog ( Henshin World ) e vi que tu tem uma enorme bronca com a série, sabemos que a série é amada por muitos e odiada por muitos, mas me diga o porque de você detestar tanto o Decade ?
R : Vou citar dois motivos principais : Desrespeito com os riders anteriores (mesmo sendo versões alternativas) e o clássico roteirista bêbado.
'' Decadência '' tinha tudo pra ser a melhor série da história, mas um roteiro sem direcionamento, a '' escrotização '' com os personagens de cada mundo (e não to falando das transformações em "armas" nas mãos do DCD), tentando sempre enaltecer Tsukasa rebaixando os outros personagens que deveriam ser bem apresentados, os atores não são carismáticos e fracos (com algumas exceções). Bem, esses são alguns pontos que me fazem detestar DCD, é uma puta ideia, mas mal executada. Ah, mas pra não ser totalmente "Hater", gostei e muito da participação dele no "Showa Vs Heisei Riders", ali ele funcionou muito bem.

6-) Toku Force :  Você acha certa a forma que a Toei vem tratando a franquia Super Sentai ? vimos muito de uns anos para cá a Toei dando não sei se é a palavra certa '' importância '' para os Rider's ( Kamen Rider Gaim que o diga ) de que os Sentais ? na sua opinião, você acha que a importância que a Toei esta dando aos Rider's interfere diretamente aos Sentais ?


R : Cara, sinceramente, fora as séries comemorativas, os sentais atuais só servem pra se transformar em PR ( Power Ranger's). Eles não estão muito preocupados com a qualidade das séries, não só da franquia SS ( Super Sentai ), mas de todas, e isso é ruim pra quem assiste, mas muito bom pro bolso da TOEI, por que, quem manda no universo Tokusatsu são as produtoras de brinquedos (vulgo, Bandai) e pra elas, o roteiro e a audiência não são lá muito importantes desde que vendam bem os brinquedos. Acho que os sentais deveriam dar uma pausa de, pelo menos, dois anos. Pra repensarem a franquia como um todo e não só como fonte de bonequinhos, porque, Kyoryuger (que eu chamo carinhosamente de Digimon Sentai) e Tokkyuger foram muito, mas muito fracos, e, no pouco que eu vi, Ninninger está indo no mesmo caminho. Mas, enquanto vender bonecos, os sentais estarão ai, firmes e fortes.

7-) Toku Force :  Nestes anos que você já viu assistindo tokusatsu, qual a franquia que você mais se apegou ? 
R : Power Rangers com toda a certeza! Apesar de amar a família Ultra (que, dos Tokus japas, é a minha franquia favorita), PR (Power Ranger's) tem e sempre terá um lugar especial no meu coração, tanto que temos até um podcast exclusivo para os defensores de Alameda dos Anjos (que é o primeiro, e até agora único podcast voltado para eles). E um dos motivos de gostar MAIS de PR (Power Ranger's) do que dos SS  (Super Sentai) é o universo integrado e com explicações, mesmo que, as vezes, idiotas.

8-) Toku Force :  Falando ainda sobre franquias, você gostaria de ver em um futuro próximo, a volta da franquia '' Metal Hero '' ou não ? ou você deixaria a franquia enterrada ? ( apesar dos filmes recentes ).
R : Acredito que filmes ou séries curtas seriam o ideal. Eu gosto dos Metal Heroes, mas a franquia, "morreu" a mais de 20 anos, então, não acredito que teremos novas séries deles. Mas vejo o mercado de vídeo um ponto promissor, principalmente pelos filmes do Sharivan Jr e Shaider Jr, que, pra mim, foram muito bons. E, com a Netflix e outras produtoras pra internet, quem sabe, a TROLEI, não vê no mercado digital, uma plataforma boa para experimentarem um retorno seriado para os heróis metálicos? Sei lá, acho que seria bacana.

9-) Toku Force :  Bom, vamos falar agora dos tokus que passaram aqui no Brasil, quem nunca ouviu falar que ( Kamen Rider Black é o mais machão de todos os Rider's, não se faz mais tokusatsu como antigamente ) entre outras coisas, mas porque o toku-fã mais velho ( nem todos ) se limita a assistir só as séries exibidas aqui no Brasil ? e porque não experimenta ver as obras mais recentes ? já vi casos de pessoas nem sequer assistir uma série mais recente e começa a falar mal da série, o porque disto ? 


R : Porque, tirando o fator nostalgia, o publico brasileiro é preconceituoso e acomodado, só vai no que sabe que vai lhe agradar, não tenta buscar nada novo, principalmente, se esse "novo" lhe for estranho aos olhos. Brasileiro não entende que tokus, e qualquer série de qualquer lugar, é feito para agradar o publico daquele pais em especifico, não os outros. E, além disso, vários não assistem a série, leem resenhas no Wikipédia e alguns posts de páginas, filtram o que apoia a opinião sem base de nada e cagam pelos dedos. Outro ponto é que, hoje em  dia é moda "ser o cara que fala mal de tudo" pra ser diferente. Em suma, os "tokufãs" são burros (a), preconceituosos (a) e acomodados (a) na minha opinião, e não, não estou criticando quem prefere series antigas, mas reconhece o valor das novas, e sim aqueles que só se interessam pelas antigas, ou de um período especifico e acham tudo que é novo uma bosta, sem ao menos ter assistido.

10-) Toku Force : Apesar de termos brigas por causa de qual geração de tokusatsu é melhor, temos um outro problema, sim, estou falando da briga chata entre Super Sentais Vs Power Ranger's, qual a sua visão sobre este problema, e se possível, qual a sua visão para acabarmos com este male ( se tiver como acabar ). 

R : Essas guerrinhas são o que fode a tokunet, parece que um quer ser melhor que o outro. A solução dessa porra é o respeito, não gosta ou prefere um do que outro, beleza, mas não encha o saco de quem gosta de algo diferente de você, debata, converse. Por exemplo, eu sou fã do Goggle Red, e ele adora DCD ( Kamen Rider Decade ), só por isso eu vou xingar o cara ou falar que ele "não entende o universo dos Riders" só por ter uma opinião diferente da minha? Claro que não, o problema, como já falei, é a maldita modinha de que se você é fã de algo, tem que odiar e escrutar o "concorrente". Um caso que me deixou puto, foi em uma das entrevistas da Tati, que um cara disse que, se lhe fosse possível, acabaria com tudo relacionado a Power Rangers por que ele acha babaquice. Porra cara, não gosta, não veja. Mas não fale mal de uma franquia que salvou o rabo dos Sentai que, na década de 90, passavam por maus bocados e corriam o risco de serem cancelados, e a TOEI é Co-PRODUTORA DE PR (Power Ranger's). Acho babaquice essa guerrinha e quem joga mais lenha nessa fogueira das vaidades, por que é a isso que se resume "o meu é melhor que o seu e mimimi''.

11-) Toku Force : Himitsu Sentai Goranger, foi um projeto que o nosso parceiro Rampage Sub's abraçou e está legendando, ( um trabalho fantástico por sinal ! ) você acha importante que os fansub's deem importância e arrisquem a legendar séries de tokusatsu mais antigos ?
 
R : Claro que sim, é bom conhecer o passado e ver a evolução das séries e como coisas corriqueiras surgiram. Adorei a iniciativa e espero que partam logo pra franquia Ultra que tem poucas séries legendadas. Ou outras franquias fora do '' TOEIVERSO '' que a maioria se acostumou a acompanhar.

12-) Toku Force : Certa vez, a gente conversou sobre o National Kid e por meio de conversamos bastante sobre a série, tive a ideia de fazer uma matéria a mais completa possível sobre a série, parando para pensar, porque está série não é tão ovacionada como Jaspion e Changeman aqui no Brasil ( sabemos que estas séries tem a sua importância e que na época teve muito mais fãs do que ao próprio National e o público daquela época tinha uma mentalidade diferente do que o público dos anos 50 ). Mas daria para o toku-fã pelo menos ressaltar que a série teve uma grande importância, não só no Japão, pois vemos falar muito pouco sobre ela. O que acha disto ?

R : É o problema do "É velho, é tosco, é mal feito, é ruim", a galera se esquece que foi o Garoto da Panasonic que apresentou o tokusatsu pros brasileiros, mas só falam da série como algo "ah, meu pai assistia isso", e não percebem a importância da série por aqui, talvez, não por seus méritos, mas por ter sido a pioneira do gênero em terras brazucas.

13-) Toku Force : Voltando ao inicio, como foi iniciar um projeto de Podcast no Interruptor Nerd ? você teve alguma dificuldade ou já tinha a manha de fazer ? ( Podcast Switch On - Página Oficial e Morph Cast - Página Oficial )


R : Cara, não tinha manha nenhuma (e ainda não tenho). Foi mais na empolgação do que qualquer outra coisa, mas é muito bacana, fiz grandes amigos lá, como o Lucas, o Dudu, o velho alcoólatra do Agustin, o Rider Pink, o Legionário, Davi, etc... E, apesar das dificuldades, é algo prazeroso e que eu adoro fazer (até editar, que é chato pra caralho). 

14-) Toku Force : Quais os planos do Interruptor Nerd para os meses que iram vim ? poderia nos contar ? ou seria um segredo a sete chaves ? Rs !

R : Cara, esse mês tivemos a estreia de mais um colaborador, o Isaque e um podcast sobre a vida do Tommy dos Power Rangers, com direito a entrevista com o dublador brasileiro Jorge Lucas, mas agora, com a chegada do Meu padawan ( filho do João ), o blog vai ficar, principalmente, nas mãos dos outros autores. Até por que a gente não planeja nada lá, é tudo no "faz ai maluco" rsrsrs.

15-) Toku Force : Vimos que hoje, o mercado de animes cresceu bastante aqui no Brasil, que levou a quase todo mês termos pelo menos um ou dois eventos deste tema aqui em nosso país, e por incrível que pareça, o tokusatsu é muito presente nestes eventos com várias atrações, neste ano mesmo teremos a vinda do Tetsuo Kurata no Anime Friend's ( AF ) neste ano. Você acha que por meio destes eventos, o jovem de hoje pode quer a se interessar em assistir tokusatsu ? ou você ainda acha que ta longe do jovem gostar do gênero.
R : Só pelo evento não, se ele não interagir com a galera que gosta ou entrar em algum grupo, dificilmente vai se interessar pelas séries. Infelizmente é assim, sem alguém pra insistir e instigar a curiosidade, dificilmente, a galera mais nova (tipo você, seu pirralho kkk) vai correr atrás. Até por que, o anime supre muito mais o lado "massa veio" que a gurizada tem do que os tokus, mas isso ai já é outra história.

16-) Toku Force : Muitos o a ama,e muitos o a citam como o sentai mais fraco desta década, qual a sua visão sobre a série Ressha Sentai Tokkyuger ? 


R : Cara, eu desisti de Tokkyuger quando apareceu o "megazord da Piroca", ai eu falei "Ta bom, isso é demais pra mim. ''Talvez um dia eu assista". Achei os personagens chatos, vilões sem carisma, sei lá, não me pegou. Mas a abertura é do caralho.

17-) Toku Force : Qual personagem de tokusatsu que você mais define você em sua personalidade ?


R : Então cara...depende um pouco, digamos que eu tenho um pouco de Gai (Black Condor), Asuka (Ultraman Dyna) e Tendou Souji (Kamen Rider Kabuto). Ou seja, sou um cara difícil pra caralho de se conviver hahahaha.

18-)  Toku Force : Uma pergunta que muitos querem que seja realidade e poucos não querem, tu gostarias de ver o Tokusatsu de '' hoje '' sendo exibido em nossas emissoras ou seja na TV Aberta ou seria melhor ter em uma TV Paga,  a Play Tv arriscou com os animes e está tendo até que um bom resultado o que achas disso ? E mais recente tivemos também a notícia que o Netflix iria trazer as séries '' da geração manchete '' e o boato de trazer também o Garo.

R : Sendo sincero ? Não. Acho que seria um desperdício de tempo, e Ryukendo é o meu argumento, (uma série bacana, com uma boa dublagem e armadura do caralho que naufragou, inclusive, por culpa dos "tokufãs"). Acho que um bom jeito de trazerem os heróis, é como a Warner trabalha com a franquia Ultra: Os filmes. Ou talvez, lançando a série num box completo a um preço aceitável, mas que fuja da TOEI, o universo toku é muito maior do que a produtora mais famosa.

19-) Toku Force : O que ser um Toku-fã de verdade para você ?

R : Putz, essa é uma pergunta difícil...Acho que um verdadeiro tokufã, pode ser descrito é aquele que ama o gênero, não se importando com a nacionalidade, desde que mantenha o espirito heroico e as características, afinal, de nada vale uma série fantástica, sem aqueles efeitos vagabundos que conhecemos e amamos. Sem nunca se deixar levar por "heterismo" e preconceitos imbecis. Em suma : O Tokufã tem que ser um cara bem legal (pena que não pode ver mulher...) e nunca querer colocar sua opinião como verdade.

Está é a coleção do João.
20-) Toku Force : Deixa sua mensagem para o BLOG TOKU FORCE! 

R : Pô galera, foi do caralho, me senti honrado em ser convidado (e ainda acho que tem pessoas muito mais interessantes que mereciam estar no meu lugar). Só tenho a agradecer a você Vinicius, ao Admilton e a todos os membros do Toku Force, tanto do face, quanto do grupo. Valeu e acessem aquela bagaça do interruptornerd.blogspot.com que sempre tem algo relacionado a toku, seja post ou podcast, mas não nos responsabilizamos por ofensas a vocês, leitores.

Mais uma vez, valeu galera do Toku Force, até a próxima (ou não, muito pelo contrário).

Pois é pessoal, este foi o papo que tive com o GRANDE João, espero que tenham gostado e até o próximo Papo De Tokufã. E aproveitando, quero agradecer pelas as '' 858 '' curtidas na nossa Fan Page no facebook, brigadão mesmo, e também pelos os'' 504 ''membros no grupo também no facebook, nestes últimos meses o blog, fan page e o grupo cresceram muito, a gente fica muito feliz que vocês estejam gostando do conteúdo que é postado em nossas mídias. Obrigado de coração, Forte Abraço a todos !