ROBÔ GIGANTE:UM GATTAI ENTRE TOKUSATSU E ANIME QUE ESTÁ LONGE DE SER UM LIVRO FECHADO NA CULTURA JAPONESA NA DÉCADA DE 60


No Japão, Tokusatsu, Animes, Mangá e vários outros produtos da cultura pop são coisas levadas muito a sério. É tão sério que o Governo Japonês recentemente BANCOU estudos extensivos sobre essas produções, principalmente de animes que utilizaram robôs gigantes. No caso dos nossos queridos e amados tokusatsus esse estudo foi feito em paralelo ao gênero citado acima.
edição do mangá produzido por Yokoyama.
O Toku Force tem como lema valorizar o novo e os tokuclássicos da década mais divertida de todos os tempos. Isso quer dizer o que? Simplesmente tentar abraçar todas as produções independente de qualquer geração, mostrando sempre as coisas positivas, sem perder o senso crítico e a interatividade que o tokusatsu nos oferece, toda vez que o assistimos suas produções em nossos momentos de diversão. Vale a pena deixar claro que este Tokusatsu é também um dos primeiros seriados em que uma criança está diretamente ligada com o personagem, como é da sabedoria de todos, algumas séries em que elas(crianças) estão inseridas, geralmente ajudam indiretamente o herói principal da série. O que não é o caso do robô Gigante no decorrer da saga, pois Daisako opera diretamennte o robozão metálico em suas  grandes aventuras .
A esquerda a versão Tokusatsu e a direita a versão Anime.

É com base nessa seriedade que o Toku Force trás como tema dessa matéria um dos Tokusatsus bem conhecido da geração dos anos 60, porém, pouco lembrado e divulgado nas comunidades de tokusatsu da geração atual.
Personagens do universo Yokoyama no mangá
 Uma série Japa que mostra a verdadeira conexão entre o Tokusatsu e o Anime, que assim como suas antecessoras da década de 60 e suas sucessoras nas décadas de 70,80 e 90, que claramente apresentou grande doses de inspiração de outras séries do tempo. Ele não foi o precursor entre os Robôs Gigantes do seu tempo, mas, este guerreiro com cara de Esfinge marcou uma legião de fãs no Japão (e também no Brasil), além de ser uma série bem interessante de assistir.

Mitsuteru Yokoyama é considerado como um dos grandes pioneiros do mangá, ao lado de Osamu Tezuka e Shotaro Ishinomori. Ele começou com alguns gêneros em quadrinhos e sua influência se estende até os dias atuais. Morreu devido a um incêndio em sua casa em Tóquio. Ele foi encontrado inconsciente, com graves queimaduras e levado às pressas ao um hospital, vindo a falecer dezesseis horas depois, no dia 15 de abril de 2004, aos 69 anos de idade. 

A série Robô Gigante ou Giant Robô, é uma série tokusatsu inserida dentro do gênero dos Kyodai Heroes, sendo criado originalmente na versão mangá por Mitsuteru Yokoyama, no ano de 1967. No mesmo ano o Super- Herói ganhou um seriado Live Action pela Toei Company.


 A trama conta a história sobre a chegada á terra de uma nave espacial
Comandada pelo Imperador Guilhotina, vilão da série e líder do Bando BF (Big Fire). 
Na versão animada Ginrei volta mais gata do que nunca;

O vilão quer a todo custo dominar o planeta junto com seus lacáios (soldados e cientistas) munidos de um grande aparato tecnológico, monstros e máquinas de guerra.Entretanto a Terra não estava desprotegida frente às pretensões do Imperador Guilhotina. 
Em 17 de maio de 2005 mais três vídeos de 30 minutos cada, um spin-off chamada The Giant Robo OVA, todos eles protagonizadas pelo agente secreto GinRei, foram oficialmente lançados em DVD pela Media Blasters Studio.. São eles: Barefoot GinRei (1994), Steel-Armed GinRei (1995) e GinRei with Blue Eyes (1995).

Um grupo de agentes paramilitares especializados chamados Unicorn, tem a missão de defender nosso planeta das forças do mal.
Na foto acima, aos dois Robôs mais famosos de Mitsuteru Yokoyama.Essas duas criações compartilham de muitas semelhanças, pois ambos eram robôs manejados por garotos prodígios, podiam voar e seus desenhos foram inspirados em guerreiros antigos. Tetsujin 28 tinha as formas mais parecidas com um guerreiro troiano ou um gladiador romano, já o Robot Giant tinhas as características de uma esfinge egípcia.

Sem perda de tempo, o Bando BF inicia os ataques a Terra sorrateiramente durante a noite.
 Enviando o monstro Dacolar que afunda vários navios em alto mar.
Entre um dos passageiros á bordo de um dos navios atacados, estava o Jovem garoto Daisako Kusama e Jyuro Minami. Daisako viajava sozinho no navio não sabia o que estaria predestinado ser uma figura importante no navio,assim como, em todo o desenrolar da trama. Já Jyuro era um agente secreto conhecido como U3, membro da Unicorn. Os dois sobrevivem ao ataque do navio chegando a uma ilha cercada de mistérios, mas os dois são facilmente capturados devido ao local ser a base do Bando BF.
Os dois são levados a um Hangar subterrâneo e no local deparam-se com um robô ainda em faze de conclusão pelos vilões. 

Um dos cientistas forçados pela organização e responsáveis pela construção do robô revela a Daisako e Minami um relógio-comunicador capaz de controlar sua criação. A inocente brincadeira de Daisako ao falar no microfone do relógio-comunicador faz com que sua voz seja registrada facilmente na memória do Robô. Disposto a não levar a frente à construção do robô metálico temendo o quão perigoso seria se usado contra a humanidade, o cientista se rebela contra a organização maligna sendo morto em seguida. Porém, o Bando BF mal poderia imaginar que o cientista seria mais esperto do que eles.
Daisako torna-se mentor do herói  quando sua voz é registrada pelos circuitos do robô.

Antes de morrer, o cientista ativa uma poderosa bomba que havia preparado fazendo a base secreta voar pelos ares. Mais uma vez Daisako e Minami escapam assistindo a destruição do local. Mas, os dois não seriam os únicos sobreviventes em meio a tanta destruição. O Robô Gigante também consegue resistir à explosão e a mesma, ativa os seus circuitos tornando funcional o robô adormecido. Portando o relógio – comunicador, Daisako descobre que pode controlar o Robô, pois sua voz foi reconhecida pelo gigante. O garoto passa a ser seu mestre a partir daquele dia.

Mitsunobu Kaneko como Johnny Sokko /Daisako Kusama Agente U7

Tal habilidade faz de Daisako um grande reforço no combate ao Bando BF. O garoto é recrutado pelo Chefe Azuma recebendo o codinome U7, passando a ajudar o Unicorn contra os invasores da terra. Daisako não seria a única criança á integrar a equipe da Unicorn, a jovem Mari Hanamura, dotada de uma extrema Inteligência passaria também a compor o time. Construído com uma vasta tecnologia, o Robô Gigante passou a ser uma arma suprema a favor da Unicorn.

Entre seus principais armamentos podemos destacar o poder de vôo, o raio laser emitido pelos olhos, lança chamas por via oral, os mísseis na ponta dos dedos e o seu poderoso golpe denominado soco de um megaton. Um golpe tão eficaz que não deixa nenhum oponente de pé durante um combate contra o Robô Gigante.
Livro lançado no Japão sobre  Universo Yokoyama 

 Em suas aventuras o robô metálico trava combates memoráveis contra terríveis Robôs e máquinas de guerra, mas estes não conseguem dar conta de derrotar o Robozão bom de briga. Graças à variedade do seu arsenal de combate o Robô vence todas as lutas com facilidade. Mas uma reviravolta perto do final da série tornaria o último confronto entre o Robô Gigante e o imperador Guilhotina um dos mais dramáticos e eletrizantes já vistos em um tokusatsu. Guilhotina assume a forma gigante e ameaça explodir seu corpo, que conseqüentemente destruiria o planeta Terra.
Até hoje no Japão o Robô Gigante é sempre bem lembrado por fãs da geração 60-70.  

Em face do perigo, restou ao Robô Gigante levar a ameaça para outro local, desobedecendo Daisako, mostrando vida própria. Mas essa atitude também revelaria um final ainda mais trágico para o herói, que explodiu no espaço junto com o vilão.
 Apesar dos avançados jatos individuais que usavam nas costas para voar e de seus comunicadores em forma de caneta, os agentes da Unicorn usavam armas contemporâneas, como pistolas automáticas e metralhadoras. Mesmo sendo criada numa época anterior ao termo "politicamente correto", a série mostrava as crianças Daisako e Marie manejando armas de fogo realistas e liquidando os capangas do Bando BF com naturalidade.

Um final chocante e muito incomum para uma série de TV e da franquia a qual está inserido, quebrando barreiras inimagináveis até mesmo para os toku-fãs da época.
Embora muitos toku-fãs da geração atual considerem essa série tosca para os padrões atuais, mesmo sendo visto com esses olhos, precisamos dar créditos a série para conhecermos suas qualidades, seus pontos fracos e fortes. Afinal,assim como um livro, não devemos julgar pela capa.
Bastidores do seriado Robô Gigante
Um argumento que prova o que foi dito acima é o fato do grande sucesso do seriado que despertou o interesse dos produtores estadunidenses tentaram se apropriar da produção japonesa como se fosse da autoria deles quando foi adaptada e rebatizada pelos americanos com o título de JOHNNY SOKKO AND HIS FLYING ROBOT. 
Uma adaptação polêmica marcou a história do Robô gigante no ocidente.

Segundo algumas informações divulgadas em sites de tokusatsu, esta foi uma forma de tremenda malandragem da empresa American Internetional Television que inventou novos créditos, mudou o nome de muitos personagens do seriado.  Uma prática a qual seria vista em muitas outras adaptações futuramente por empresas desse segmento mundialmente falando.
Em 1967 a produtora Toei Company foi encarregada de introduzir o personagem de Yokoyama na televisão e assim nascia a tokusatsu TV series chamado originalmente de Giant Robo (Japão), que nos Estados Unidos foi batizado de Johnny Sokko and his Flying Robot. 
 Mas não para por ai não. Ainda no ocidente a série adaptada ainda contou com um longa- metragem para a TV americana  nos anos 70 com o título " VOYAGE INTO SPACE" , onde foram utilizados quatro episódios(incluindo o primeiro e o último)
Mas, para nossa sorte a dublagem dessa série foi na contramão dos fatos mencionados acima, mantendo os nomes japoneses e o texto original antes de vir ao ar na TV Brasileira.
Mais arrojado o Herói metálico volta mais forte do que nunca.

No ano de 2007, o Robô Gigante ganhou uma nova versão animada em comemoração dos 40 anos de sua criação, com um design muito mais ousado do que nunca, marcando sua volta a televisão Japonesa. Dessa vez, a história foi produzida pela SoftGarage em parceria com a Hikari Pro. Foi ao ar em Janeiro daquele ano com o Título GR- Robô Gigante contando com  13 episódios (que por sua vez teria outras temporadas),em sistema Pay- Per View no canal Animax. E por fim, foi lançado um DVD exclusivo sendo distríbuído na área de atuação do Animax  múndo á fora. Vale muito a pena conhecer esse seriado amigo leitor, pesquisando na tokunet é capaz de encontrar tanto a versão animada quanto a versão Tokusatsus.
Bem, por hoje é só espero que tenham gostado da matéria e peço que deixem um comentário ai pra gente. Pois é muito bom  para o Toku Force interagir com os fãs de tokusatsus


Fonte: Omelete, SushiPop e Animax
.

5 comentários:

  1. Muito boa matéria, parceiro Admilton! Li muita coisa que eu não sabia! Gosto pra caramba do Blog de vocês e estou sempre acompanhando. Abração!

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, Robo Gigante, uma otima obra em todas as midias. Eu assisti o toku a muuuito tempo e, mesmo n me lembrando de quase nada, gostei muito. Me lembro mais dos OVAS animados que teve. Pena que nao tivemos um resgate cinematográfico da obra, mas já que Patrulha Estelar e Capitão Warlock ganharam remakes, n custa sonhar. Otima matéria man.

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz amigos por terem prestigiado essa matéria, apesar de não ter assistido muita coisa sobre esse seriado mas me identifiquei bastante com esse personagem. A pesquisa foi muito prazairosa.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela matéria! Estou acompanhando atualmente a série e estou curtindo muito! Já comprei o box que a cul classics lançou por aqui, é um clássico essencial na coleção de qualquer fã de tokusatsu ou ficção cientifica no geral, mais uma vez parabens pelo texto e continue com essas mátérias! abraços

    ResponderExcluir
  5. COLEÇÃO DE BRINQUEDOS - BRINQUEDOS CLÁSSICOS, ANTIGOS E RAROS
    SÉRIES E DESENHOS DA TELEVISÃO
    OLD TOYS FROM TELEVISION SHOWS
    VINTAGE & CLASSIC TV TOYS

    http://meumundodebrinquedos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir